Neste último domingo, 9 de julho, a Coordenação de Pastoral Regional Porto Velho esteve presente na Reunião de Conselho Pastoral Comunitário – CPC do Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora Aparecida, para estudo do Plano de Pastoral 2017-2020.

 

Segundo irmã Fátima, Coordenadora de Pastoral Regional Porto Velho, “o coração de um Plano de Pastoral está no seu objetivo”. E acrescenta que a vida de uma Igreja na questão pastoral é a sua organização, trazendo como exemplo, a composição da Igreja no Brasil. Ir. Fátima continua a fala com uma provocação aos presentes, dizendo: “que tipo de coordenador(a) eu sou?”.

 

Relembra que, segundo o Santo Padre na encíclica Evangelii Gaudium, “o rosto de cada cristão deve ser sempre alegre”. Comenta também que, “a missão e visão no trabalho pastoral só têm frutos se nós nos colocarmos como servidores, e não como chefes de pastorais e movimentos”, disse a irmã.

 

Prosseguindo com o estudo do Plano, ir. Fátima esclarece que a ação pastoral deve caminhar “a partir de Jesus”, com suas variedades de dons, carismas e serviços presentes nas comunidades, destacando que cada agente deve ter conhecimento, mesmo que mínimo, sobre os serviços e ações de cada pastoral e movimento – não apenas da pastoral ao qual pertence. Disse também, que “no conjunto de pastoral, todos são importantes e estão interligados, no mesmo Caminho”, finaliza a irmã.

 

Fonte: PASCOM Arquidiocese de Porto Velho