Ao Vivo
 
 

Notícias

Nota de falecimento: Bispo Emérito de Guajará-Mirim, Dom Geraldo Verdier

Nota de falecimento: Bispo Emérito de Guajará-Mirim, Dom Geraldo Verdier

É com imenso pesar que a Arquidiocese de Porto Velho comunica o falecimento do Bispo Emérito de Guajará-Mirim, D. Geraldo João Paulo Roger Verdier na manhã do domingo, dia 22 de outubro de 2017. Tendo vindo a Porto Velho para exames de rotina, D. Geraldo foi acometido de um acidente vascular cerebral no dia 17. Tendo sido hospitalizado em estado grave, não apresentando melhora, veio a óbito nesta manhã. D. Geraldo veio ao Brasil na década de 70 como padre missionário, tendo-se instalado na diocese de Guajará-Mirim em 1975. Ordenado Bispo Diocesano da mesma sede em 25 de outubro de 1980, exerceu seu ministério até 8 de dezembro de 2011, quando ficou emérito e continuou até o fim da vida servindo à Igreja nesta mesma diocese. D. Geraldo também foi membro da Academia Guajaramirense de Letras, é autor do livro Paixão pela Amazônia, e sempre foi muito querido pelo Povo de Deus presente em sua diocese e também em todo o Regional. Enquanto vivemos a esperança, na construção do Reino de Deus e na espera do Reino definitivo, expressamos nossos sentimentos de pesar a D. Benedito Araújo, Bispo de Guajará-Mirim, aos presbíteros, religiosas, religiosos, seminaristas e a todo o Povo de Deus que sempre teve em D. Geraldo um exemplo de discípulo de Jesus Cristo. Porto Velho, 22 de outubro de 2017, Dia do Senhor.   Dom Roque Paloschi, Arcebispo Metropolitano Pe. Marcelo Moschini Daudt, chanceler   Informações sobre o velório: 22/10 às 15h: Missa de corpo presente na Catedral de Porto Velho. Após a Missa, cortejo até Nova Mamoré. 23/10 pela manhã segue até a paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Guajará-Mirim. Mais tarde segue para a Catedral Diocesana Nossa Senhora do Seringueiro. 24/10 às 10h: Sepultamento.
Cimi: Relatório Violência Contra os Povos Indígenas do Brasil – Dados 2016 foi lançado nesta sexta-feira em Porto Velho/RO

Cimi: Relatório Violência Contra os Povos Indígenas do Brasil – Dados 2016 foi lançado nesta sexta-feira em Porto Velho/RO

O Relatório Violência Contra os Povos Indígenas do Brasil – Dados 2016, publicação do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) foi lançado na tarde desta sexta-feira, 20 de outubro, no Centro de Pastoral, em Porto Velho. Lideranças dos povos Karipuna e Guarasugwe participaram do lançamento ao lado de representantes do Ministério Público de Guajará-Mirim, Procuradoria do Ministério Público Federal (MPF) e Conselho Indigenista Missionário (Cimi). Os dados do Relatório abrangem diferentes tipos de violência e violações, como conflitos relativos a direitos territoriais, ameaça de morte e desassistência nas áreas de saúde e educação, dentre outros. As informações sobre assassinatos também podem ser visualizadas no mapa digital da plataforma Caci - Cartografia de Ataques Contra Indígenas, mapeadas de acordo com o município e a terra indígena em que ocorreram. Confira o vídeo clicando aqui.