Porto Velho, quinta, 19 de maio de 2022

Arquidiocese de Porto Velho

Diocese de Guajará-Mirim – RO

Compartilhe

Bispo Diocesano: Dom Benedito Araújo

Av. Costa Marques, 561 – Centro

CEP.: 76850-000 – Guajará Mirim – RO

Fone: (69) 3541-2275 / 3541-1525

E-mail: dgmcoordenacao@gmail.com

Site: dioceseguajaramirim.org.br

A Diocese de Guajará-Mirim, (Dioecesis Guaiaramirensis), pertence à Província Eclesiástica de Porto Velho e ao Conselho Episcopal Regional Noroeste da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. A sé episcopal está na Catedral de Nossa Senhora do Seringueiro, na cidade de Guajará-Mirim, no Estado do Rondônia.

História

1. CHEGADA DO 1º PRELADO, MONS. FRANCISCO XAVIER REY

A história da Prelazia coincide com a criação do Município de Guajará-Mirim, criado a 10 de Abril de 1929. A Prelazia foi erigida pela Santa Sé a 1° de março de 1929, com a bula “Animarum Cura” do Papa Pio XI, “para a catequese dos índios e dos seringueiros”.

A 23 de janeiro de 1932, chegada com a lancha “Horto Barbosa”, de Monsenhor Francisco Xavier Rey, do Padre Francisco Maria Herail e do Frei Teófilo Arcambal, franciscanos da Terceira Ordem Regular (TOR).

A 25 de janeiro de 1932, o Padre Antônio Peixoto empossa o primeiro Prelado, Mons. Francisco Xavier Rey que, numa carta ao Superior Geral Franciscano, escrevia: “Aqui tudo é novo, tudo é grande, tudo é feito para satisfazer os corações mais ardorosos!”

Logo no começo, Mons. Rey volta sua atenção para a educação. Ele cria 33 escolas no Vale do Guaporé. Em 1933 ele funda, com Dona Emília Bringel Guerra (Dona Pretinha), mãe da Ir. Maria Emília, o “Colégio Santa Terezinha” que, em 1935, é entregue aos cuidados de cinco Irmãs Calvarianas, passando então a chamar-se “Colégio N. Sra do Calvário”, com a mesma finalidade: a educação das moças ribeirinhas, futuras professoras e animadoras das comunidades do interior.

Ir. Martha do Calvário e Ir. São Rafael, francesas, Ir. Martha de Jesus, irlandesa, Ir. Maria Agostinho e Ir. Maria Antonieta, paulistas. Ir. M. Agostinho faleceu de hepatite fulminante seis meses após sua chegada em G.Mirim.

Mons. Rey teve também a mesma atenção para com a área da saúde: atendimento domiciliar aos doentes e, em 1946, criação do hospital N. Sra. do Perpétuo Socorro, entregue, em 1956, ao Governo do Território Federal do Guaporé.

Em 1948, Dom Francisco Xavier Rey é sagrado Bispo, na Igreja N. Sra. de Fátima, em Sumaré, São Paulo.

Em 1956, Dom Rey lança os alicerces da Catedral Nossa Senhora do Seringueiro.

A 18 de novembro de 1964, é fundada, pelo Pe. F. A. Bendoraitis, a Rádio Educadora de Guajará-Mirim, Ltda, hoje “Fundação Dom Rey”.

Autêntico defensor dos Índios, D. Rey encabeça, em 1961, o movimento de ‘ aproximação dos Índios Oro-Wari (Pacaas Novos). Ele delega o frei Luiz Gomes de Arruda (Dom Roberto), que permanece 6 meses nas matas do rio Negro-Ocaia, antes de conseguir o contato e a paz com os indígenas.

Em 1962, inauguração do consultório médico, que, mais tarde, será o Hospital Bom Pastor, administrado pelo Pe. Bendoraitis até 1983, depois pelas Servas de Maria Reparadoras e hoje, pelas Franciscanas da Providência de Deus.

Em 1964, Mons. Luiz Gomes de Arruda é nomeado pela Santa Sé “Prelado Coadjutor” de Dom Rey, com direito à sucessão.

Em 1965, o Pe. Bendoraitis funda a aldeia indígena Sagarana, logo mais administrada por Mons. Roberto, a fim de salvar os Oro-Wari em perigo de vida.

A 15 de agosto de 1966, Dom Luiz Gomes de Arruda (Dom Roberto), é consagrado segundo Bispo Prelado de Guajará-Mirim, na Igreja São José de Mogi Mirim -SP-. Dom Roberto é o criador das primeiras Comunidades Eclesiais de Base (Centros Comunitários) de Guajará-Mirim e um dos membros fundadores do CIMI (Conselho Indigenísta Missionário).

A 8 de dezembro de 1978, Dom Roberto renuncia à administração da Prelazia e torna-se missionário e animador das comunidades da nova região de Colorado do Oeste. Após alguns anos lá, Dom Roberto fixa sua residência habitual entre os índios Oro-Wari de Sagarana, dedicando seu tempo ao estudo e transcrição das lendas e mitos Oro-Wari.

Na mesma data, o Pe. Geraldo Verdier é eleito Vigário Capitular (Administrador) da Prelazia de G. Mirim.

2. ELEVAÇÃO DA PRELAZIA À CATEGORIA DE DIOCESE

A 25 de Outubro de 1980, a Santa Sé eleva a Prelazia de G. Mirim à categoria de Diocese. Seu Primeiro Bispo diocesano, e terceiro Bispo de Guajará-Mirim, é Dom Geraldo Verdier, sagrado no mesmo dia, na catedral N. Sra. do Seringueiro, pelo Núncio Apostólico, Dom Carmine Rocco, por Dom Roberto e Dom João Batista Costa, Bispo de Porto Velho.

Diante do crescimento da população, a nova Diocese acolhe outras Congregações religiosas: Irmãs Catequistas Franciscanas, Padres Palotinos, Missionários Claretianos, Servas de Maria Reparadoras, Franciscanas da Santíssima Trindade, Irmãzinhas da Imaculada Conceição, Filhas de Maria Missionárias, Irmãs de São José de Chambéry, Frades Capuchinhos, Irmãs Franciscanas da Providência de Deus, Projeto Igrejas-Irmãs do Paraná, Projeto Igrejas-Irmãs de São Paulo, Irmãs da Divina Providência, Monjas Beneditinas de Petrópolis que fundam a 16 de Maio de 1997 o primeiro Mosteiro Contemplativo de Rondônia e, mais recentemente, Irmãs Carlistas Escalabrinianas, aos 03 de fevereiro de 1999.

A 6 de agosto de 1982, é fundado o Seminário Menor “Nossa Senhora das Graças”, que se tornará, em 1995, Seminário “S.Maximiliano Kolbe ”

A 11 de fevereiro de 1991, é fundado o Seminário Maior “Na. Sra. do Seringueiro”, com curso de Filosofia que funcionou três anos, apenas, com seminaristas de Guajará-Mirim, Rio Branco e Ji-Paraná.

A 29 de agosto de 1993 é criada a região episcopal de Colorado do Oeste e nomeado Vigário Episcopal Mons. José Maria Pinheiro do clero da Arquidiocese de São Paulo.

A 12 de fevereiro de 1997 Mons. José Maria Pinheiro é nomeado Bispo Auxiliar de Guajará-Mirim e sagrado por Dom Geraldo Verdier, no dia 19 de Abril de 1997.

Em 2012, com a chegada do novo bispo Dom Benedito Araújo,  Dom Geraldo passa a ser  bispo emérito da diocese.

Bispos

Dom Francisco Xavier Elias Pedro Paulo Rey, TOR

Cidade natal: Fauch-En-Albigeois, no sul da França;

Data de nascimento: 29/06/1902;

Ordenação Presbiteral: 23/06/1929;

Nomeação Episcopal: 19/05/1945;

Ordenação Episcopal: 09/09/1945;

Renúncia: Em 1966

Dom Luiz Roberto Gomes de Arruda, TOR

Profissão Religiosa

Ordenação Diaconal: inicio do ano 1945

Ordenação Presbiteral: 29/06/1945, em Poconé – MT

Nomeação Episcopal: 25/03/1966

Ordenação Episcopal: 25/10/1980, em Mogi-Mirim – SP

Morte: 06/12/2003 (89 anos, na Aldeia de Sagarna)

Prelado Coadjutor: Guajará-Mirim – RO (1964-1966)

Dom José Maria Pinheiro

Profissão Religiosa

Ordenação Presbiteral: 27/12/1964, pelas mãos de D. Agnelo Rossi, Arcebispo de São Paulo

Nomeação Episcopal: 12/02/1997

Ordenação Episcopal: 19/04/1997, em Nazaré Paulista – SP, por D. Geraldo Verdier  Bispo Auxiliar: Diocese de Guajará-Mirim/RO (1997-2003)

Dom Geraldo João Paulo Roger Verdier

Profissão Religiosa

Ordenação Presbiteral: 30/03/1963, em Toulouse – França;

Nomeado pelo Papa João Paulo II, como 1º Bispo da Diocese de Guajará-Mirim – RO: 06/08/1980

Ordenação Episcopal: 25/10/1980, em Guajará-Mirim – RO

Falecimento: 22/10/2017, – Porto Velho

Dom Benedito Araújo (Atual)

Profissão Religiosa

Incardinação – Arquidiocese de São Luís – MA

Ordenação Diaconal: 29/06/1991;

Ordenação Presbiteral: 17/11/1991;

Nomeado pelo Papa Bento XVI, como Bispo Coadjutor da Diocese de Guajará-Mirim – RO: 23/03/2011

Ordenação Episcopal: 04/06/2011, em São Luís – MA

Posse na Diocese de Guajará-Mirim – RO: 08/12/2011

Segue como Bispo Diocesano de Guajará-Mirim.

Mitra Arquidiocesana

Av. Carlos Gomes, 964 - Centro Cep: 76.801-147 - Porto Velho (RO)

Contatos

(69) 9368-2074 Telefone e WhatsApp pastoralarquivpvh@gmail.com

Funcionamento

Segunda-feira a Sexta-feira: 8h às 12h - 14h às 18h Sábado de 8h às 12h