Porto Velho, sábado, 02 de julho de 2022

Arquidiocese de Porto Velho
06/06/2022 . Notas Oficiais

Celebração Do Centenário Da Igreja Particular De Porto Velho – RO (1925-2025).

 Saúdo os nossos, presbíteros, religiosos(as), membros da vida consagrada, seminaristas, leigos(as), comunidades eclesiais, agentes de pastorais, missionários(as), todos os batizados e pessoas de boa vontade.

 

Com muita alegria e expectativa que estamos iniciando a grande celebração centenária de nossa Igreja Particular, cujo tema proposto é: Testemunhar fé e vida na Amazônia.

Olhar para o caminho percorrido, nos faz mergulhar em uma história de muita fé, coragem e ousadia, como também, nos faz lançar neste caminhar missionário e evangelizador em vista de um mundo mais justo e fraterno. O lema escolhido “Sede minhas testemunhas, até os confins da terra.” (At 1, 8)” nos colocam na perspectiva missionária e de testemunhas de Jesus Cristo, para que nossa vida, seja plena de sentido e possa irradiar a luz de Cristo em todos os lugares.

Salientamos que este é momento oportuno de darmos graças ao nosso bom Deus! Na oportunidade, convido a todos e todas a visitar o salmo 105, que é muito apropriado para o momento que estamos vivendo. O Salmista, celebra a ação de Deus na criação, na história. Não dá ênfase a pecados e erros do povo da Aliança, não tem linguagem amargurada dos males do passado, não tem um cunho pessimista, pelo contrário, quer celebrar, louvar a Deus, proclamar suas maravilhas. É isso que precisamos, mais do que nunca, nestes tempos em que fomos testados até o limite das nossas forças: pandemia, crise ambiental e social, crise política, crise existencial, eclesial… ou seja, situações de que exigiram de cada um de nós um reavivamento da fé, da esperança e da caridade. A crise que se instaurou com esta Pandemia, precisa se tornar ocasião de renovar a esperança e a ação pastoral baseada na sinodalidade. Sinodalidade recuperada pelo Vaticano II e proposta hoje a toda Igreja, pelo Papa Francisco. Sinodalidade que requer conversão ao modo de ser Igreja, baseado na escuta de todos, na escuta do Espírito Santo, por parte de todos, e uma decidida conversão pastoral.

É esse espírito do centenário: acreditar firmemente que nada “nos poderá apartar do amor que Deus nos testemunha em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Rm 8,39).

Ao longo destes anos muitos momentos que, certamente foram marcantes para nossa vida arquidiocesana, iremos celebrar: a memória de importantes acontecimentos nesta região e a presença sempre atuante e profética da Igreja em cada paróquia e comunidade. Iremos celebrar a fé, a coragem e a profecia de nossos antepassados, tais como:

Atuação e presença da Igreja, por meio dos seus organismos, pastorais, serviços e movimentos, junto aos povos nativos e migrantes, na luta e defesa da vida e dos seus direitos. Na ação evangelizadora, destacam-se, nos últimos anos, alguns eventos significativos para esta Igreja: Santas Missões Populares (a partir de 2004); Experiências Missionárias com os

 

seminaristas (locais e de outros Estados brasileiros, a partir de 2013); o 12º Intereclesial das CEBs (realizado de 21 a 25 de julho de 2009), com o tema “Ecologia e Missão” e o lema “Do ventre da terra, o grito que vem da Amazônia”. Fundação da Rádio Caiari, com sua primeira transmissão em 18 de dezembro de 1961. Vinda das congregações religiosas femininas e masculinas. E as grandes contribuições das Igrejas irmãs de outros estados e países, e o envio de muitos missionários ordenados e leigos para atuarem em nossa Igreja Particular e tantos outros acontecimentos importantes que não foram possíveis de serem mencionados neste momento.

Dois grandes eventos nortearão nossas festividades a caminho da celebração centenária de nossa Igreja: “Uma Ação Missionária” a ser realizada no âmbito das Paróquias e Comunidades eclesiais a partir do segundo semestre de 2022 e ao longo do ano de 2023, objetivando: Reafirmar a sua identidade missionária, tomando consciência das realidades nas quais vivem as pessoas, famílias e comunidades de nossa Arquidiocese, com o intuito de construir projetos de ação em concordância com as demandas levantadas e iluminados pela Palavra de Deus e pelo Plano de Pastoral em vigência.

E no segundo momento propomos um congresso eucarístico. Somos um povo que caminha, sustentados pelo pão descido do Céu, o maná imperecível que é a Eucaristia. Em torno desta mesa posta, iremos realizar o I Congresso Eucarístico Arquidiocesano, procurando refletir sobre o mesmo tema proposto pelo centenário. O Congresso Eucarístico deverá ser preparado e vivenciado no período de 2024 e 2025, visando ser um grande momento em que testemunharemos a fé na presença real de Jesus, maior tesouro da Igreja por ser a presença do próprio Jesus Cristo no meio do povo de Deus. Desejamos reafirmar a certeza de Ele está no meio de nós.

No próximo dia 24 de maio, festa de Nossa Senhora Auxiliadora, padroeira da Arquidiocese de Porto Velho, e em uma solene celebração eucarística, abriremos oficialmente as festividades centenária desta Igreja Particular. A missa será realizada na Catedral Metropolitana Sagrado Coração de Jesus às 18h. Convidamos de maneira especial o Clero, religiosos e religiosas, representante leigos e o povo de Deus em geral, para se fazer presente neste momento de suma importância de nossa caminhada evangelizadora. Na oportunidade peço para que nos dias 28 e 29 de maio seja realizado, em todas as paróquias e nas comunidades, uma celebração especial da palavra ou da eucaristia, marcando definitivamente o início das comemorações deste tempo Jubilar. Em breve estaremos enviando um roteiro com algumas sugestões que poderão ser utilizadas nessas celebrações.

O centenário será um tempo de graça e expressão de um novo caminhar juntos. Que todos nós estejamos bem envolvidos na participação e colaboração. Confiantes entregamos este caminho celebrativo jubilar (2022 – 2025) à proteção materna da Virgem Maria, Auxiliadora dos Cristãos. Que o Espírito Santo nos impulsione!

Contando com sua comunhão e amizade, minha estima e bênção.

 

Porto Velho – RO, 01 de maio de 2022 – Festa de São José Operário.

 

Dom Roque Paloschi

Bispo da Igreja que está em Porto Velho

 

Mitra Arquidiocesana

Av. Carlos Gomes, 964 - Centro Cep: 76.801-147 - Porto Velho (RO)

Contatos

(69) 9368-2074 Telefone e WhatsApp pastoralarquivpvh@gmail.com

Funcionamento

Segunda-feira a Sexta-feira: 8h às 12h - 14h às 18h Sábado de 8h às 12h