Porto Velho, segunda, 28 de novembro de 2022

Arquidiocese de Porto Velho
22/10/2022 . Palavra do Bispo

30º Domingo do Tempo Comum – Dia Mundial das Missões e da Obra Pontifícia da Infância Missionária

Irmãos e Irmãs, Graça e Paz!

Hoje celebramos o Dia mundial das missões com o tema: A Igreja é Missão. E o lema: “Sereis minhas testemunhas” (At 1,8). O Mês Missionário tem a sua origem no Dia Mundial das Missões que é sempre no penúltimo domingo do mês de outubro. Foi o papa Pio XI que em 1926 instituiu esta data como um dia de oração e ofertas em favor da evangelização dos povos. O objetivo é incentivar, nas Igrejas locais, a cooperação missionária.

A Igreja missionária é chamada a ser uma Igreja em saída que vai ao encontro das pessoas; uma Igreja em permanente conversão pastoral-missionária para dar resposta aos desafios do mundo de hoje, às inquietações e dúvidas do mundo atual. E para que esta missão aconteça são necessários discípulos e discípulas, missionários e missionárias que, como o Apóstolo Paulo, têm a coragem profética de dar-se totalmente, até chegar a dizer: “Combati o bom combate, completei a carreira, mantive a fé” (2Tm 4,7).

Pelo batismo nós fomos configurados a Jesus Cristo, o missionário do Pai. Pelo batismo compartilhamos a mesma missão do Filho, por isso, não existem missionários desta ou daquela comunidade, deste ou daquele movimento, pastoral, serviço, organismo ou associação. Somos todos enviados a compartilhar, comunicar e anunciar esta riqueza espiritual onde a Igreja necessitar para cumprirmos a missão dada pelo Pai, em Jesus, pela força do Espírito.

A certeza de que a missão é de Deus (Missio Dei) e não nossa, livra-nos de cair na tentação de nos colocarmos no centro da evangelização e de causar divisões. A missão é de Deus na qual somos chamados a cooperar, recebemos gratuitamente este dom espiritual, e gratuitamente o devemos partilhar (Mt 10,8) sem excluir nada, nem ninguém. O Papa Francisco afirma que a novidade da salvação trazida por Jesus Cristo exige a superação de toda tentação de voltar-se somente para si, sua pastoral, seu movimento, seu serviço, sua etnia ou sua pátria.

Sabemos que nem todos nós vamos partir em missão, nem todos serão missionários e missionárias ad gentes. Porém, toda a comunidade tem o dever de participar ativamente na missão universal. E essa cooperação realiza-se de três formas: com a oração, com o testemunho da vida e com a comunhão dos bens, na resposta às graves e vastas necessidades da evangelização.

O dia Mundial das Missões é a ocasião propícia para despertar e aquecer o coração missionário das comunidades cristãs. Por isso, peçamos a Deus que este mês missionário “reaviva a chama do dom de Deus que recebemos” (2Tm 1,6) no dia do nosso batismo. Para que, com o coração aquecido e as mãos estendidas, os pés coloquem-se a caminho da missão.

Assim seja!

Dom Roque Paloschi

Bispo da Igreja que está em Porto Velho-RO

Mitra Arquidiocesana

Av. Carlos Gomes, 964 - Centro Cep: 76.801-147 - Porto Velho (RO)

Contatos

(69) 3221-2270 Telefone e WhatsApp pastoralarquivpvh@gmail.com

Funcionamento

Segunda-feira a Sexta-feira: 8h às 12h - 14h às 18h Sábado de 8h às 12h