Porto Velho, quinta, 19 de maio de 2022

Arquidiocese de Porto Velho
13/05/2022 . Palavra do Bispo

5º Domingo da Páscoa

15 de Maio de 2022.

5º Domingo da Páscoa

 

“Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se vos amardes uns aos outros”

(Jo 13,35)

Queridos irmãos e irmãs, Graça e Paz!

 

Neste 5º Domingo da Páscoa, caminhando para a Solenidade de Pentecostes onde celebramos o nascimento da Igreja, a liturgia nos coloca no coração do Evangelho: o mandamento novo, o mandamento do amor.

Jesus Cristo, nesta passagem conhecida como o discurso de despedida, deixa-nos o seu testamento. Em sua última lição, o Mestre nos ensina que, o que caracteriza seus seguidores e seguidoras não é o cumprimento à lei, nem o quanto piedosa é a pessoa. O que caracteriza seus discípulos e discípulas é a capacidade de amar até ao dom total da vida.

“Os discípulos de Jesus não são os depositários de uma doutrina ou de uma ideologia, ou os observantes de leis, ou os fiéis cumpridores de ritos; mas são aqueles que, pelo amor que partilham, vão ser um sinal vivo do Deus que ama. Pelo amor, eles serão no mundo sinal do Pai”[1]. É nessa entrega radical da vida que se cumpre a vocação cristã e só assim realizaremos a utopia de um novo céu e uma nova terra.

Todos nós, toda a Igreja e cada comunidade é chamada, seja nas alegrias ou nas dores, a viver esse amor, a sermos comunidades fraternas, onde os irmãos e irmãs se ajudam, se amam e dão testemunho do amor de Deus.

Nossa Arquidiocese se prepara para viver seu jubileu. Vamos celebrar 100 anos da Igreja Particular de Porto Velho (1925-2025). Celebrar o centenário trata-se de um kairós para elevarmos o nosso coração ao Deus da vida e da misericórdia pela trajetória missionária e profética, percorrida por tantas pessoas que nos antecederam. Mas, é momento propício também de avaliar a caminhada para acertar os passos com os do Mestre.

Como nos recorda o Papa Francisco, a Igreja que vive a sua natureza missionária é uma Igreja com as portas abertas para sair e chegar a todos (EG 46). Que nesse Centenário que se aproxima possamos louvar e agradecer a Deus pelo testemunho de fé e vida na Amazônia em meio aos povos indígenas, ribeirinhos, quilombolas, seringueiros, migrantes e em meio aos agentes de pastorais, mulheres e homens, testemunhas do Reino, missionários de ontem e de hoje.

E, assim como diz a Oração para a celebração do centenário, que nossa Arquidiocese sinta-se, cada vez mais, animada pelo Evangelho e pela solidariedade que brota da Eucaristia para caminharmos de forma sinodal como Igreja missionária, samaritana, amiga da criação e defensora da vida neste chão sagrado da Amazônia.

Nossa senhora Auxiliadora, mãe das vocações, rogai por nós e por todos.

 

Dom Roque Paloschi

†Bispo da Igreja que está em Porto Velho

 

[1] https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=2475

Mitra Arquidiocesana

Av. Carlos Gomes, 964 - Centro Cep: 76.801-147 - Porto Velho (RO)

Contatos

(69) 9368-2074 Telefone e WhatsApp pastoralarquivpvh@gmail.com

Funcionamento

Segunda-feira a Sexta-feira: 8h às 12h - 14h às 18h Sábado de 8h às 12h